Rua Sésamo - Era uma vez um cuco que não gostava de couves

Da nossa saudosa RUA SESAMO SAUDADES!!! Era uma vez um cuco que não gostava de couves Era uma vez um cuco que não gostava de couves mandou-se chamar o pau para vir bater no cuco mandou-se chamar o pau para vir bater no cuco o pau não quis bater no cuco o cuc... [+]
Da nossa saudosa RUA SESAMO SAUDADES!!! Era uma vez um cuco que não gostava de couves Era uma vez um cuco que não gostava de couves mandou-se chamar o pau para vir bater no cuco mandou-se chamar o pau para vir bater no cuco o pau não quis bater no cuco o cuco não quis comer as couves ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer mandou-se chamar o fogo para vir queimar o pau mandou-se chamar o fogo para vir queimar o pau o fogo não quis queimar o pau o pau não quis bater no cuco o cuco não quis comer as couves ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer mandou-se chamar a água para vir apagar o fogo mandou-se chamar a água para vir apagar o fogo a água não quis apagar o fogo o fogo não quis queimar o pau o pau não quis bater no cuco o cuco não quis comer as couves ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer mandou-se chamar o boi para vir beber a água mandou-se chamar o boi para vir beber a água o boi não quis beber a água a água não quis apagar o fogo o fogo não quis queimar o pau o pau não quis bater no cuco o cuco não quis comer as couves ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer mandou-se chamar o homem para vir ralhar com o boi mandou-se chamar o homem para vir ralhar com o boi o homem não quis ralhar com o boi o boi não quis beber a água a água não quis apagar o fogo o fogo não quis queimar o pau o pau não quis bater no cuco o cuco não quis comer as couves ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer mandou-se chamar o polícia para vir prender o homem mandou-se chamar o polícia para vir prender o homem o polícia não quis prender o homem o homem não quis ralhar com o boi o boi não quis beber a água a água não quis apagar o fogo o fogo não quis queimar o pau o pau não quis bater no cuco o cuco não quis comer as couves ele ia sempre a dizer: couves não hei-de comer mandou-se chamar a morte para vir matar o polícia mandou-se chamar a morte para vir matar o polícia a morte já quis matar o polícia o polícia já quis prender o homem o homem já quis ralhar com o boi o boi já quis beber a água a água já quis apagar o fogo o fogo já quis queimar o pau o pau já quis bater no cuco o cuco já quis comer as couves Era uma vez um cuco que já gostava de couves